sábado, 26 de novembro de 2011

OS PERIGOS DO ÓLEO DE COZINHA PARA A SAÚDE





                    



                                                                                                                                                            
      O maior desafio da medicina alternativa é conscientizar o mundo de que a mesa mata mais do que a guerra.Um estudo realizado por cientístas da universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mostra que a adoção do estilo de vida saudável ajuda a previnir e tratar doenças, Infelizmente poucas pessoas tem essa disposição para mudar hábitos alimentares e exercitar-se.

     A idade dos 40 anos marca o início dos problemas coronários. O risco de doenças cardíacas reduz em 30% se houver diminuição do consumo de gordura de origem animal. Até a idade de 57 anos, o indivíduo com doenças do coração está mais vulnerável e vir a fazer parte desta mórbida estatistica. A partir dos sessenta anos, o organismo humanodesenvolve uma teia de vasos sanguineos auxiliares que entram em operação assim que uma veia coronária se entope. Por esta razão, em pessoas jovens, os ataques cardíacos costumam ser fulminantes.

      Sabe-se que o óleo vegetal quente, em ebulião, altera as características químicas e orgânicas dos alimentos que são mergulhados nele. Na dieta moderna, a concentração calórica de alimentos encharcados de óleo tirou o lugar das hortalíças, frutas e cereais in natura .

       Enquanto o óleo borbulha na frigideira, ele sofre mudanças químicas que transformam em BOMBA, dietética. Os triglicerídeos, importantes constituintes de óleos e gorduras, são desmembrados pelo calor em glicerol e ácidos graxos.

       O glicerol continua sofrendo a ação do calor, provocando a desidratação da molécula. Este processo de perda de água forma uma substância chamada acroleína, que é potencialmente cancerígena. A acroleína destrói as fibras elásticas, irrita as mucosas gastroentestinal e nasal.

        Entre as maiores vítimas da acroleína, estão as artérias. As fibras elásticas, que conferem firmeza, elasticidade e higidez à parede arterial., são destruídas sistematicamente. O resultado é degeneração e envelhecimentoprecoce. As artérias são conduto da vida. Eles atual como segundo coração, impulsionar o sangue por meio da elasticidade que as caracteriza. Porém a destruição das fibras elásticas diminui, pouco a pouco, esta capacidade.

         A acroleína acelera o enrugamento e envelhecimento da pele. Pessoas que aspiram conservar a pele jovem por mais tempo devem recusar frituras. Está comprovado que o consumo de gordura, carne vermelha e laticínios tem relação direta com a incidência de câncer de próstata, intestino e mama.

        Estes produtos ativam a produção do hormônio testosterona que, em excesso, intensifica o desenvolvimento das células prostáticas, aumentando consideravelmente o risco de câncer.

       Entre as mulheres, de cada dez diagnósticos de câncer de mama, nove ocorrem com pessoas com hábitos insalubres. Dieta rica em gordura, excesso de peso e vida sedentária são apontados como as principais causas de enfermidades hormonais femininas.

       Dica : Quanto mais natural a alimentação, melhor. Infelismente, do outro lado existem poderosas pessoas que são contra uma vida saudável. Absurdo ? Más tem. A industria alimentícia, que só se preocupa em ganhar montes de dinheiro. São empresa cotadas na bolsa de valores, que só tem seus papéis valorizados se venderem muito, dando lucros para os seus investidores. Eles fazem alimentos artificiais, cheios de químicos que estão a intoxicar seu corpo, minando suas defesas naturais contra doenças. Por outro lado, com a população mais doente, os grandes laboratórios da indústria farmaceutica estão a ganhar fabulosamente. Sim, a indústria da comida artificial e as farmaceuticas e suas associações, onde incluo os governos e suas agências reguladoras, juntas lucram bilhôes de dólares.

       Sim, lucro fácial que vem das doenças crônico-degenerativas : Câcer, infarto, derrame cerebral, úlcera no estômago, doenças da próstata e útero e mama, doenças respiratórias, trombose e gangrena, má circulação, gripes etc. são consequências mais comuns dos erros alimentares. O milionário Kevin Trodeu, do best sellers - Curas Naturais que Eles Não Querem que Você Saiba, relata o que ocorre nestas reuniões de negócios. Neles apresentam novos produtos com diferentes coquitéis químicos, que prometem alavancar o consumo e aumentar os lucros, pouco importam se fará as pessoas a ficar doentes e obesas.

      Em 1910, a doença coronária era raridade médica. Atuamente, é enfermidade que mais mata no mundo. Os medicamentos jamais irão curar, porque as pessoas não deixam esta dieta gordurosa, estão viciadas nisto. Por outro lado, curar não é o interesse da indústria dos remédios, isso diminuiria seu lucros e minguaria o dinheiro para investir em novos medicamentos. Preferm tratar, controlar o avanço da doença, assim eles arranjam clientes fiéis, que consumirão remédios para o resto da vida. Em laboratório, a dieta moderna produz em cobaias doenças similares às que acometem a população. Na próxima postagem, comentarei a respeito do sal.

        

     

Sem comentários:

Enviar um comentário